top of page
  • Foto do escritorSabrina Raquel Soares Rodrigues

ENGORDEI NO VERÃO, E AGORA?



Depois de dias como os anteriores que passamos, Natal, confraternizações e virada de ano, nos deparamos com a nossa imagem frente ao espelho e percebemos uma enorme diferença na região do abdômen. Onde havia cintura, em um piscar de olhos, parece que engolimos uma melancia. E não bastasse, a aparência e as roupas que passam a não servir, há um enorme desconforto gástrico com sintomas de dificuldade de eliminar gases, difícil digestão e dores abdominais.


O que escolhemos para aliviar estes sintomas é incompatível ao que temos disponível nos banquetes de festas de final de ano e nas férias de verão. Banquetes que são elaborados por famílias que seguem uma tradição regional ou com referência à gastronomia de outros países, ofertam uma variedades de alimentos que causam este tipo de desconforto. Estes alimentos são chamados de FODMAPs e são categorizados assim por conter oligossacarídeos, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis fermentáveis.


Alimentos ricos em FODMAPS:

  1. Hortaliças e legumes ( Aspargos, alcachofras, cebola, alho, beterraba, couve, milho doce) e leguminosas (ervilha, feijões e lentilha)

  2. Leite e derivados: Leite, iogurte, queijo moles, sorvetes e outras sobremesas com leite.

  3. Cereais e pães: centeio e trigo.

  4. Oleaginosas e sementes: Pistache, castanha de caju, castanha do Pará e nozes



Dicas para aliviar os sintomas:

  1. Beber muita água. Quanto? No verão, aumente em 20% a quantidade recomendada pelo seu peso corporal (25 a 45ml Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição,2018). Mulheres tem a indicação de 2,0 a 3,5L por dia dependendo da atividade e temperatura climática. Nos homens, estas recomendações aumentam de 2,5 a 6L por dia, porque também envolve as mesmas influencias que ocorrem em mulheres. Casos de gravidez, ou doenças metabólicas estas recomendações podem variar e precisa de um profissional ara calcular.

  2. Reduzir ou retirar os alimentos ricos em FODMAPs por 6 a 8 semanas

  3. A reintrodução destes alimentos deve ser feita de acordo com tolerância individual e por isso, deve ser gradual em quantidade e frequência.

  4. Atividade física deve estar presente diariamente, por aumentar o metabolismo (porque aquece o corpo) durante e após o exercício e com isto, não há condições de represamento que acontece no sedentarismo por exemplo.

  5. Retirar, ou reduzir o açúcar e doces concentrados por 15 a 21 dias.

  6. Alimentação saudável e equilibrada com o mínimo de industrializados - Prato bem colorido.

  7. Reduzir a ingestão de bebidas alcóolicas ajuda na redução do inchaço.

  8. Dormir bem - 6 a 8 horas por dia.

Fontes:

Sban – Água Hidratação e Saúde, 2016.

https://www.dietvsdisease.org/diy-low-fodmap-diet/





Posts recentes

Ver tudo

2 Comments


bottom of page